Não sabe como lidar com a concorrência no mercado de pneus? Aprenda!

tipos de análises de dados
Conheça quais tipos de análise de dados podem ajudar uma recauchutadora de pneus
3 de junho de 2020
vantagens do software de gestão
6 vantagens do software de gestão para sua empresa!
18 de junho de 2020
Exibir tudo
como lidar com a concorrência

Embora seja um elemento essencial do mundo contemporâneo, muitas empresas ainda não sabem como lidar com a concorrência. Diferentemente do pensamento de muitos gestores, ela pode ser algo positivo para os negócios e, principalmente, para os consumidores.

Setores pouco concorridos tendem a se desenvolver muito lentamente e são muito vulneráveis à estagnação, além de serem frequentemente criticados por clientes e colaboradores. Por outro lado, nichos e segmentos que experimentam forte concorrência são marcados por inovações e por taxas de crescimento acentuadas, além de atender melhor os públicos interno e externo dos negócios.

É claro que essa visão um tanto otimista oculta os enormes desafios enfrentados pelas empresas para se manter relevantes nos dias de hoje. Entretanto, felizmente existem condutas e estratégias capazes de manter um empreendimento competitivo nessa disputada corrida mercadológica — inclusive em mercados mais restritos, como o da recapagem de pneus.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue conosco para conferir!

Como lidar com a concorrência nos dias de hoje?

Philip Kotler, um dos principais influenciadores do marketing moderno, aborda o crescimento da concorrência nos últimos séculos em 4 grandes fases que se desdobram de acordo com a evolução da indústria. Confira, a seguir, um resumo desse processo.

Marketing 1.0

Tudo começa com o Marketing 1.0, surgido no início da era industrial. Naquele tempo, havia pouquíssimas empresas nas cidades, o consumidor não tinha a compreensão de marca e, portanto, eram os grandes fornecedores que definiam todos os aspectos do mercado.

Em 1918, Henry Ford, um dos ícones da época, descreve a situação em sua famosa frase: “O cliente pode ter o carro da cor que quiser, desde que seja preto”.

Marketing 2.0

Após a Segunda Guerra Mundial, o mundo testemunhou um enorme avanço científico e econômico permitindo que mais empresas prosperassem. A concorrência começava a despontar nos mais variados setores, aumentando o poder de barganha do consumidor que, a cada dia, tinha mais opções de produtos.

Esse foi o Marketing 2.0, um momento também marcado pela ascensão das grandes mídias, em especial a televisão. Ter um produto ou serviço não era mais o suficiente: as organizações precisavam investir em marcas fortes e produtos diferenciados.

Marketing 3.0

A chegada da internet e a ampliação do acesso aos diversos meios de comunicação fez com que as pessoas ficassem cada vez mais atentas aos problemas e às discussões de caráter nacional e internacional. Entre várias outras implicações, a globalização tornou os consumidores mais críticos em relação a temas como pobreza, feminismo, tecnologia e sustentabilidade.

Nesse cenário, as marcas que demonstravam preocupação com a sociedade e com causas nobres ganhavam a atenção do público, o que motivou outras empresas a seguir a mesma direção.

O Marketing 3.0, portanto, é o marketing baseado em valores e em humanização. O consumidor deixa de ser um número e passa a ser visto como um indivíduo. É nesse momento que os serviços e produtos personalizados começam a ganhar força.

Marketing 4.0

Por fim, temos o Marketing 4.0, que não se “desfaz” das fases anteriores, mas procura adaptá-las para o atual mundo digital. Hoje, o consumidor está constantemente conectado e utiliza uma série de soluções virtuais para desempenhar as tarefas do dia a dia.

Além disso, precisamos ter em mente que as novas gerações nasceram nesse ambiente tecnológico e, por isso, não enxergam barreiras entre o online e o offline. O chamado “consumidor 4.0” é muito informado, tem uma série de ferramentas para ajudá-lo a escolher os melhores produtos e está em busca de marcas capazes de entregar uma experiência completa, do primeiro contato ao pós-venda.

Estar na internet e adotar uma postura inovadora no mercado não é mais uma conduta recomendada apenas aos negócios que atuam diretamente com tecnologia — é fundamental para qualquer empresa. A concorrência nunca foi tão agressiva e o desenvolvimento tecnológico tão acelerado, por isso, adotar um ritmo de inovação é vital.

Como se diferenciar no segmento de recapagem de pneus?

O mercado de borracha natural, que atende em grande parte a indústria de pneus, é um dos mais importantes pilares da economia mundial. Entretanto, apesar da sua notável relevância, ele apresenta uma série de fragilidades, desde a enorme demanda que depende de monoculturas muito restritas ao impacto ambiental causado pelo descarte de produtos desgastados.

Nos automóveis, a substituição dos pneus é recomendada assim que a banda de rodagem se alinha ao indicador TWI, um processo que pode levar alguns anos em carros particulares, mas que ocorre com muita rapidez em frotas e veículos de carga.

Dessa forma, a recapagem não representa apenas uma solução mais acessível, como também pode ser considerada um instrumento de sustentabilidade, sendo este um dos seus principais diferenciais competitivos.

Quando pensamos em diferenciação, porém, precisamos destacar outro elemento muito importante: o posicionamento. Além de apresentar características que a façam ser distinguida das demais, as empresas precisam desenvolver sua oferta e imagem de modo que ambas ocupem uma posição distinta também na mente dos consumidores.

A qualidade do trabalho é fundamental, mas, para se destacar, é preciso ir além do preço e do serviço em si, apostando em um atendimento de qualidade, um método de gestão inovador e campanhas que contemplem outras esferas da experiência do cliente.

Quais são as melhores práticas para se destacar no mercado?

Do ponto de vista teórico, já demos informações suficientes sobre como lidar com a concorrência na atualidade, sobretudo no mercado de recauchutagem. Mas como colocar essas ideias em prática? Listamos 7 sugestões a seguir.

Acompanhe o mercado

Como dito, o mercado está mudando constantemente e, por isso, as pesquisas não podem parar. Isso não quer dizer que é necessário investir em grandes formulários e consultorias todos os anos, mas apenas destaca a importância de se manter atento ao trabalho desenvolvido por seus concorrentes diretos e indiretos, sempre buscando se antecipar às próximas transformações.

Elabore um planejamento estratégico

Na Administração de Empresas, planejamento estratégico é aquele baseado em dados empíricos (estudos) e que apresenta práticas de curto, médio e longo prazo. Se você pretende fortalecer a sua marca, precisará adotar ações que contribuam para o seu negócio no presente e também o fortaleçam no futuro.

Tenha presença na web

Ter presença digital não é simplesmente ter um site ou um perfil nas redes sociais. É disponibilizar conteúdos relevantes, educar o público, interagir com as pessoas nas plataformas, criar um relacionamento com a sua audiência — ou seja, estar de fato presente no principal canal de negócios da atualidade.

Adote uma gestão moderna

Muitas empresas ainda insistem em modelos de gestão demasiadamente arcaicos. Sistemas digitais são cada vez mais acessíveis e nos permitem integrar as principais operações da empresa em um ambiente simplificado.

Essas soluções reduzem significativamente o tempo gasto com tarefas básicas e ajudam os gestores a analisar resultados com muito mais precisão.

Otimize a experiência do cliente

O consumidor moderno é ansioso e gosta de resolver tudo de forma rápida e autônoma, de preferência na tela do celular. Tendo isso mente, uma das melhores maneiras de fazer a sua empresa se destacar é apostar em soluções que englobem os seus serviços com as ferramentas digitais que hoje são parte da rotina das pessoas.

Estruture seu sistema de atendimento

O atendimento ao cliente é um dos setores que mais recebe reclamações em todo o mundo. Além de treinar os colaboradores que farão contato direto com o público, sua empresa pode investir em recursos que resolvam problemas básicos como páginas FAQ (perguntas frequentes), assistentes virtuais e aplicativos.

Foque em sustentabilidade

O consumidor moderno está atento a causas importantes e, por isso, a sua empresa pode engajá-lo incorporando ideais e valores relevantes em suas práticas e em sua comunicação. O mercado de recapagem de pneus representa por si só um esforço de sustentabilidade e não há razão para deixar de explorar essa temática.

Observe que todas essas ações são praticadas por várias empresas de sucesso da atualidade e, por isso, são essenciais para quem deseja ter resultado nesse novo mercado. Como diz Kotler em uma de suas mais recentes obras, estamos vivendo a transição do tradicional para o digital, e, dessa forma, não há como lidar com a concorrência nos dias de hoje sem seguirmos nessa direção.

Gostou do nosso conteúdo? Que tal receber as nossas novidades em primeiro mão? Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo do blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *