6 erros de gestão mais comuns nas recapadoras de pneus

como fidelizar clientes
Como fidelizar os clientes de uma recapadora de pneus?
17 de janeiro de 2020
como fazer um plano de negócios
Como fazer um plano de negócios? Entenda sobre sua importância
3 de fevereiro de 2020
Exibir tudo
erros de gestão

erros de gestão

Os erros de gestão em uma recapadora de pneus podem colocar em risco todo o sucesso de um empreendimento. Muitos empresários desse ramo acabam se esquecendo de alguns pontos muito importantes sobre o gerenciamento de seus negócios e caem em erros simples que podem prejudicar em muito o futuro da empresa.

Conhecer esses erros pode fazer com que ele os evite ou pare de cometê-los, caso isso esteja acontecendo. Sendo assim, é crucial que você possa identificá-los o quanto antes para acabar com o problema antes que ele gere prejuízos maiores.

Para tanto, sugerimos que acompanhe a leitura deste artigo, pois, nele, demonstraremos quais são esses erros e o que fazer para evitá-los. Acompanhe!

1. Não utilizar KPIs

KPI é uma sigla em inglês que designa o termo Key Performance Indicator que traduzindo para o bom e velho português significa indicador chave de performance. Basicamente, ele se propõe a medir se uma ação ou conjunto de iniciativa, efetivamente, está dando resultados e possibilitando o atendimento dos objetivos propostos pela organização.

Ele é um indicador fundamental em qualquer tipo de negócio, entretanto, muitos o negligenciam e poucos conhecem, de fato, o que ele significa. Consequentemente, acabam não aplicando esse indicador em seus negócios e não conseguem medir adequadamente seus resultados.

2. Negligenciar a utilização de softwares

Outro problema muito comum na gestão de recapadoras de pneus é a falta de utilização de um software de gestão. Não há mais como imaginar uma empresa que não utilize esse tipo de ferramenta para gerenciar seus trabalhos do dia a dia.

Há quem diga que não existe a possibilidade de uma empresa conseguir sobreviver no mercado atual sem utilizar as ferramentas tecnológicas que são disponibilizadas. Isso pode ser considerado como uma verdade se considerarmos que algumas obrigações, como a própria emissão de documentos fiscais necessitam, exclusivamente, desse tipo de tecnologia.

Além disso, os softwares também facilitam em muito o dia a dia em uma empresa desse seguimento. Com ele, é possível gerenciar fornecedores, clientes e, até mesmo, o trabalho de seus funcionários.

3. Falhar na motivação de funcionários

Por falar neles, muitos empresários do ramo de recapadora de pneus também erram nesse ponto. Eles acabam esquecendo da motivação de seus próprios funcionários e, simplesmente, negligenciam essa importante e fundamental parte de um negócio.

Alguns empresários acreditam, inclusive, que isso é um custo que desnecessário e evitam investir em seus colaboradores. Entretanto, isso é um erro muito grande e que prejudica em muito o sucesso de um negócio.

Investir na motivação de funcionários gerará uma série de benefícios para o seu negócio, entre eles, ganho na produtividade dos trabalhadores. Investir no bem-estar, saúde e motivação dos empregados deve ser encarado como um investimento e não um custo desnecessário que precisa ser eliminado.

4. Não calcular o custo de produtos

Todo o tipo de produto tem seu devido preço de venda influenciado pelo custo que é gerado na sua produção. Nesse sentido, se uma empresa não tem conhecimento quanto ao seu montante de custo total ela corre um sério risco de vender seus produtos e serviços com um preço, até mesmo, inferior ao que foi gasto.

O resultado disso você já deve imaginar qual é, prejuízo. Nesse caso, as vendas não são capazes de gerar qualquer tipo de lucro e é muito provável que a empresa passe por dificuldades financeiras e se coloque em uma situação muito próxima da falência.

Nesse sentido, para evitar esse tipo de problema é fundamental que você saiba definir bem o preço de venda de seus produtos ou serviços e, para fazer isso, é necessário conhecer todos os custos envolvidos no processo, independentemente, se o valor desembolsado é grande ou pequeno. Exatamente tudo o que for gasto com a produção de seus bens necessita de entrar na soma dos custos do negócio.

Obviamente que os preços de mercado influenciam na definição do preço final que será pago pelo cliente e alguns podem imaginar que conhecer os custos pode não ter muita influência em seu negócio. Entretanto, conhecendo eles você pode verificar a possibilidade de reduzir ou otimizar a utilização de algum material, ou serviço, para conseguir reduzir esse gasto e aumentar o seu lucro.

5. Misturar finanças pessoais com as da empresa

Se você é o tipo de empresário que faz do caixa da empresa uma extensão de sua carteira, cuidado, seu negócio está correndo um sério risco de passar por dificuldades financeiras e, se ele já estiver com problemas, saiba que esse pode ser um dos principais motivos que levaram sua empresa a ter esse tipo de dificuldade.

Não há como gerenciar um negócio que absorve gastos que não têm relação alguma com sua operação ou administração. Para evitar esse tipo de problema você deve estabelecer uma retirada mensal que seja capaz de suprir todas as suas necessidades pessoais e nunca fazer pagamentos ou pegar dinheiro no caixa da empresa para pagar suas contas.

6. Desconhecer questões fiscais do negócio

Outro erro muito comum é o desconhecimento das questões fiscais do seu negócio. Obviamente, você jamais conhecerá tudo o que incide sobre a sua empresa, entretanto, algumas questões básicas são importantes de conhecer para não cometer erros que possam gerar multas e juros em sua empresa.

Outros pontos mais complexos podem ser solucionados pelo seu próprio contador. Ele é a pessoa indicada para orientá-lo sobre todas as questões fiscais que incidem, exclusivamente, sobre as operações do seu negócio. Ao conhecer, pelo menos, as questões básicas, você evitará erros que podem gerar multas e demais sanções com os órgãos de tributação brasileiros.

Agora que você conhece os erros de gestão mais comuns é o momento de voltar os olhares para dentro do seu negócio. Avalie se não está cometendo nenhuma dessas falhas e pare imediatamente. Independentemente do tempo em que elas foram executadas ainda é possível recuperar o negócio.

Gostou dessas informações? Quer ficar por dentro de outros conteúdos valiosos para o seu negócio? Então, confira o artigo que preparamos para você. Nele, mostraremos tudo sobre os softwares de gestão para recapadora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *