Confira os 4 principais indicadores para recapadoras e reformadoras

sustentabilidade na empresa
Sustentabilidade na empresa: como garantir isso em sua recapadora?
11 de agosto de 2020
Gestor analisando sistema de gestão
6 considerações ao escolher um sistema de gestão para seu negócio!
25 de agosto de 2020
Exibir tudo

Para que um negócio prospere, o gestor precisa fazer análises constantes do desempenho da empresa, a fim de encontrar erros e acertos nos diferentes setores que a compõem. Isso o ajudará a ter mais agilidade na tomada de decisões e a fazer um bom planejamento de soluções, o que permitirá ao negócio continuar competitivo.

Neste texto, você entenderá a diferença entre indicadores e KPIs, além de conhecer 4 indicadores para recapadoras e reformadoras que, quando implementados na sua estratégia, lhe darão uma visão mais técnica do seu negócio, servindo de base na tomada de decisões para melhorar a produtividade e atrair mais clientes.

Qual a diferença entre indicadores e KPIs?

Os indicadores são um tipo de medida sem uma perspectiva futura, ou seja, são apenas amostras de dados atuais sobre a empresa ou um setor específico. É com base nessas informações que as organizações tomam decisões de imediato, que podem ou não ter consequências posteriores.

Já os KPIs são formados por duas ou mais métricas, além de ser necessária a aplicação de fórmulas específicas para se chegar ao dado procurado. Eles não são valores brutos, mas uma análise um pouco mais complexa de informações.

Quais os principais indicadores para recapadoras e reformadoras?

Ao começar a utilizar indicadores para recapadoras e reformadoras, você poderá ter uma melhor análise do desempenho do seu negócio, tomando decisões mais certeiras para mudar uma situação ruim. Confira a seguir alguns dos indicadores para esse segmento.

1. Pneus produzidos por mês

Quantos produtos a sua empresa consegue produzir mensalmente? Saber esse dado permite medir se a produção está em um nível adequado ou se estão sendo produzidos poucos pneus em relação à demanda.

Essa também é uma forma de controlar a produção de pneus caso perceba que o estoque está ficando mais cheio do que o normal, ou aumentar a produção em caso dos pneus serem vendidos muito rápido.

Você poderá unir esse dado com a quantidade de pneus que saem da empresa mensalmente e comparar com os saldos anteriores. Dessa forma, você poderá identificar os períodos de maior venda.

Para os meses com menos vendas, será possível pensar em estratégias para alcançar mais clientes durante esse período, ou verificar a possibilidade de diversificar seus produtos e atrair um público novo, compensando assim esse desfalque.

2. Total mensal de pneus recusados

Quantos pneus em sua fábrica são produzidos com algum tipo de defeito? Um número alto de pneus recusados significa prejuízo para o seu negócio, mas uma forma de solucionar esse problema é verificar se existe alguma máquina com defeito ou reutilizar os pneus para a fabricação de novos produtos.

3. Clientes novos por vendedor

Seus vendedores estão trazendo quantos clientes por mês? Você poderá premiar aqueles que estão com uma boa porcentagem de conversões, bem como analisar a qualidade do produto ou o método de venda em caso de uma porcentagem muito baixa.

4. Vendas por região

Caso perceba que seus pneus estão sendo comercializados em uma certa região, é uma boa hora para começar a investir nessa localização para efetivar ainda mais vendas. Entretanto, ao averiguar que existem locais que estão resultando em pouca ou nenhuma venda, isso significa que o seu público não está lá.

5. Lucratividade

A sua empresa está lucrando o que deveria? É importante verificar os índices de lucro para saber se a sua recapadora realmente está ganhando dinheiro ou apenas está recuperando o dinheiro dos seus gastos.

Para descobrir qual a lucratividade do seu negócio, é preciso subtrair os ganhos dos investimentos feitos. Caso o valor dê positivo, significa que a empresa teve lucro naquele período. Se o resultado for negativo, significa que empresa teve prejuízo naquele determinado tempo.

Para que o cálculo seja exato, é preciso somar todos os ganhos da empresa, como recebimentos do fluxo de caixa, investimentos e outros montantes recebidos, O mesmo deve acontecer com os gastos: é preciso somar tudo que foi gasto naquele mês, com consertos, folha de pagamento etc.

É importante que a empresa não apenas pague as suas contas, mas também consiga ter uma verba a mais para ser reinvestida em melhorias para a recapadora, bem como outros gastos.

6. Indicador de qualidade

Indicadores de qualidade são ferramentas que auxiliam e acompanham no desenvolvimento da empresa. Existem alguns dados que devem ser acompanhados periodicamente e que mostrem o andamento do negócio.

Alguns dos indicadores de qualidade mais utilizados são: satisfação e fidelidade do cliente, índice de reclamações, valor, produtividade, qualidade do produto ou serviço oferecido, dentre outros.

É importante entender como calcular cada um desses índices, além de fazer análises mensalmente ou com uma frequência maior, para que seja possível ter informações atualizadas sobre o real estado da instituição.

Com essas informações, é possível pensar em estratégias para melhorar esses índices e consequentemente, o desempenho da empresa. O gestor também conseguirá pensar em formas mais efetivas de tomas decisões que auxiliem no desenvolvimento da recapadora.

7. Indicador financeiro

Existem alguns outros indicadores financeiro, além do lucro, para entender como está a saúde financeira do seu negócio. Alguns deles são: fluxo de caixa, geração de caixa, resultado operacional de caixa, ponto de equilíbrio, resultado mínimo, dentre outros.

Eles poderão auxiliar a como a recapadora poderá fazer uma gestão eficiente dos seus gastos e investimentos, para que ela consiga cada vez mais reduzir os seus gastos e maximizar os seus lucros.

É importante que esses dados não apenas sejam coletados de maneira atualizada, mas que também sejam lidos e utilizados corretamente para uma melhor gestão financeira do seu empreendimento.

Verifique quais desses indicadores fazem mais sentido com a estratégia a ser adotada pela sua recapadora, e comece a fazer análises periódicas. É possível fazer uma análise de todo o negócio, ou apenas de algum investimento específico, caso queira descobrir se ele está dando retorno financeiro.

Está preparado para começar a monitorar a sua empresa com os indicadores para recapadoras e reformadoras e descobrir em quais pontos é preciso melhorar para realizar ainda mais vendas? Procure sempre analisar os indicadores periodicamente, a fim de averiguar se as mudanças realizadas por você estão surtindo o efeito esperado ou se elas precisam ser repensadas.

Gostou do texto? Então, nos siga no Facebook e Instagram e confira os conteúdos exclusivos que postamos por lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *