Como escolher o melhor regime tributário para recapadora de pneus?

Afinal, como aumentar o lucro na recapagem?
23 de outubro de 2019
Confira os 4 principais indicadores para recapadoras e reformadoras
28 de outubro de 2019
Exibir tudo

Pagar impostos é uma atividade necessária para quase todos os tipos de empresas. A quantidade e o valor pago por mês ou por ano ano variam por conta de uma série de fatores, mas é possível fazer com que o montante a ser contribuído seja diminuído consideravelmente.

Neste texto, você entenderá o que são os regimes tributários, quais são os tipos e como escolher o melhor regime tributário para sua recapadora de pneus.

O que são regimes tributários?

Um regime tributário é um conjunto de normas que guia como uma empresa deve pagar seus impostos durante o seu período de atividade. Escolher o regime certo fará com que o seu negócio pague menos impostos.

Pagando menos tributações, sua empresa terá economia e poderá utilizar o dinheiro economizado para investir em outros setores do negócio, ajudando-o a ter cada vez mais produtividade e lucro, o que fará toda a diferença no seu desenvolvimento e na captação de clientes.

Quais são os tipos de regimes tributários?

Existem três regimes tributários: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido. A maioria dos empresários acredita que o enquadramento no Simples é a melhor opção de regime tributário, porém as outras opções contam com benefícios que podem fazer diferença e até mesmo trazer mais economia.

Simples Nacional

Estão enquadradas nesse regime tributário as micro e pequenas empresas. Ele oferece alíquotas menores do que os demais grupos, além de permitir uma administração tributária mais simplificada, já que é feito o pagamento de uma única guia mensal.

Lucro Real

O regime de Lucro Real é obrigatório para empresas que contam com um faturamento maior que o teto do Lucro Presumido, além de instituições que executam certas atividades, como financeiras que recebem receita de outros países.

Lucro Presumido

O Lucro Presumido pode ser escolhido por instituições que tenham um ganho inferior a 78 milhões de reais por ano. Ele é bastante utilizado por prestadores de serviço, já que oferece vantagens para quem consegue lucro superior a 32% do faturamento bruto anual.

Como escolher o melhor regime tributário para uma recapadora de pneus?

Para definir qual será o melhor regime tributário para uma recapadora de pneus, é preciso realizar uma minuciosa análise financeira, coletando informações sobre a margem de lucro e os gastos indiretos feitos pela instituição, além de conhecer bem cada um dos 3 regimes e verificar o seu enquadramento neles a cada ano.

Cada um dos regimes tributários conta com vantagens e desvantagens para todos os tipos de empresas, por isso, é importante contar com uma ajuda especializada, que consiga fazer uma análise financeira da sua empresa e decidir qual regime tributário realmente trará benefícios. Para isso, consulte um contador ou tenha à sua disposição uma equipe de contabilidade qualificada.

Assim, entendendo o que são os regimes tributários para sua recapadora de pneus, as principais informações sobre cada um deles e a forma de escolher o modelo certo para a sua empresa, você deixará de pagar mais impostos do que o necessário, além de economizar dinheiro que poderá ser reinvestido em seu negócio.

Gostou do texto? Então siga-nos no Instagram, Linkedin e no Facebook para não perder as nossas novidades!